"Quando eu disse ao caroço de laranja, que dentro dele dormia um laranjal inteirinho, ele me olhou estupidamente incrédulo." - Hermógenes

"Como pode tanta beleza esconder um coração tão ferido e inflexível, e por que preciso amá-lo, por que preciso apoiar-me com minha fraqueza em sua força irresistível ainda que indômita? Não é ele o espírito funéreo e murcho de um morto vestido de criança?

A arte

Fiz este desenho num dos primeiros dias de 2014, ano no qual voltei a morar em Maceió, com o intuito de cursar o mestrado.

Numa folha A5, desenhei minha personagem favorita de Vampire Chronicles (de Anne Rice-sensei), Amadeo, ou, como é mais conhecido, Armand, o anjo das pinturas de Botticelli.

Personagem

Armand é um arquétipo do fim da idade média (época na qual nasceu e "viveu"), envolvido na cultura barroca, deixando-se seduzir pelo paganismo, entregando-se ao desejo e abominando-o, encarando a si próprio como um horrendo pecado, incriminando-se e castigando-se.

E esse sentimento dualista, onde o desejo de pecar e a vergonha de mostrar-se manchado aos olhos de um Deus que acredita guerream destruindo a própria mente pela qual lutam, é o que me faz amá-lo como personagem favorita das crônicas da grande autora.



"If I am an angel, paint me with black wings."

Delicious Google Bookmarks LiveJournal Facebook Twitter Heart It Share on Tumblr