"A imagem estática da caixa entomológica nunca poderia ser tão bela quanto a vivacidade do inesperado movimento, a nós aleatório, do bater de asas de uma borboleta." - Helden. Em: "Venosi L'absenti", por Hime-chan

Foi-se o gato, ficou o sorriso. De quem é este sorriso, que está sempre ali, mesmo sem gato para lhe sorrir?( {υπάρχει 'σεαυτω' να γνωσθεί; - ypárchei 'seaf̱to̱' na gno̱stheí} Há "ti" a se conhecer )

Foi-se o gato, ficou o sorriso. De quem é este sorriso, que está sempre ali, mesmo sem gato para lhe sorrir? - miniatura

Primeira capa .

Delicious Google Bookmarks LiveJournal Facebook Twitter Heart It Share on Tumblr