"As suas costas, somente podia contemplar a fragilidade daquele corpo que insistia em se cobrir de branco mesmo sob a chuva vermelha" - Venosi L'absenti

Desmancha este falso eu na água pálida desta fonte.


E se não és capaz de descascar esta tinta vermelha pela qual foste coberto; apenas reveste-te novamente, mas de tua própria cor, tão pura e pálida como teu eu implora, entre gritos e prantos, para viver...


Pergunte-me algo via 'Tumblr':

xSiga-me no Facebook ♥